terça-feira, 13 de junho de 2017

Comentários desnecessários

Olá olá gente gira,
Hoje trago-vos um assunto que acho que qualquer menina/mulher passa ou já passou nalgum momento da sua vida, que são comentários desnecessários/preconceitosos feitos acerca da tua ou da aparência de alguém.
Vou tentar abordar este assunto com alguma ironia e inspirar-me naquilo que vivi e vejo as pessoas fazerem por aí. E o que falo tanto serve para quem é magrinho ou gordinho. Tento corrigir e não incentivar este comportamento, porque reprovo-o completamente. Ah e vale a pena relembrar que é só a minha opinião.

Respostas a quem comenta do nada, sem conhecer o motivo da aparência de alguém.
"Ah estás muito magra!"
E se te metesses na tua vida?! 
Alguém te perguntou alguma coisa?! 
Se não tens nada de importante para dizer...CALA-TE!
Sabes que podes estar a falar de algo que pode ser mais sério do que uma simples magreza ou excesso de peso?
Se achas isso vai primeiro ao médico, olha primeiro para ti e não para os outros, porque se calhar tu é que estás mal e queres descarregar a tua frustração nos outros.
Já paras-te para pensar que me sinto bem assim?!

Gente, não digam este tipo de coisas, sem saberem o que é considerado normal e saudável. Simplesmente podes estar a destruir a auto estima de alguém. "Ah e tal e depois?" Sabes ao que isso leva? Eu digo-te algumas coisas. Insegurança, Depressão, Ansiedade, Pensamentos suicidas, Anorexia, Bulimia, etc. Esses comentários nunca vão contribuir para algo de bom.
Infelizmente nem todos temos a capacidade de ignorar estes comentários e principalmente as meninas mais novas acabam por se tornar jovens adultas super inseguras e por vezes doentes.

Graças a mim e à minha capacidade de distração ahaha não ligava muito a isso quando era mais nova, sempre me senti bem. Mas a sociedade quase que nos impõe que devemos ter uma perna gordinha, peito tamanho 36/38 e um rabo todo push up e não é preciso isso. Uma pessoa acaba por duvidar se está realmente bonita, jeitosa, etc. Também faz parte! Passei por momentos que pensei "estão a dizer-me que tenho o peito pequeno, mas eu sinto-me bem e não quero ter maior"
Cada coisa a seu tempo. Não tenham pressa de crescer.
Hoje sou uma mulher adulta, saudável e que gosta de como é.
Mas que ainda ouve, és tão magrinha. Sim sou e depois?
Sou considerada magra, mas como ser humano normal que sou também acho que tenho que melhorar sempre algo ali e acolá, mas não fico obcecada com isso. Sede de melhorar também é bom. Temos que sentir isso por nós e não porque alguém opinou sobre o nosso corpo.

Resumindo... sim porque este assunto dá pano para mangas.
Cada mulher desde que seja saudável está bem como ela é!
Mas para isso tem que se sentir bem no seu próprio corpo e graças as estes comentários maldosos e por vezes inocentes tornasse um caminho a percorrer bem mais difícil.
Se te sentires confortável com quem te está a fazer este tipo de comentário, podes dizer que não te sentes bem com isso. Não tem mal nenhum. Pode ter sido inocente e a pessoa não o voltar a fazer. Há que chamar a pessoa à razão.
Se achas que o que dizem de ti, tem algum fundamento vai ao médico, fazes todos os exames e vê se está tudo bem contigo, não te metas em dietas malucas, nem a encher-te de McDonalds só porque não engordas. Isso talvez seja porque tens um metabolismo mais acelerado, mas também pode não ser. 

Ah e acho que não é preciso dizer que nada em excesso faz bem... um magro pode ter celulite e problemas de colesterol, assim como um gordo pode estar bem de saúde ou ser assim porque tem problemas de diabetes. Peso só a ti te diz respeito e com base no teu metabolismo e na tua altura, vais determinar se estás com excesso ou abaixo de peso.

Calcula aqui o teu IMC (Índice de Massa Corporal)

Leva daqui uma mensagem...
Primeiro AMA-TE, depois AMA-TE MAIS UM POUCO e por fim AMA-TE INFINITOS!

Gostaram?
Beijinhos e até ao próximo post.

12 comentários:

  1. Eu acredito muito na máxima que referiste acima querida. Se não tens nada de bom para dizer, não digas nada. Acho este post que fizeste tão importante... No final do dia, amarmo-nos é que importa!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida. Gostava muito que chegasse a muitas pessoas. É um assunto sério e que afeta imensa gente. Temos de ser fortes e gostar mais de nós.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Gostei muito! Por ter passado por algumas situações semelhantes, identifiquei-me bastante com o post.
    O truque é pensar que "vozes de burro não chegam ao céu" e aceitar que ninguém é perfeito. Não interessa se somos bonitas por fora e estamos podres por dentro!

    Beijinhos, gostei muito do teu blog!
    http://chic-andcheap.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, é bom sentir o vosso feedback quando damos um pouco de nós a conteúdo como este.
      Beijinho

      Eliminar
  3. Toda a gente devia ler este post. As pessoas não têm noção o quanto às palavras podem magoar e destruir a autoestima de uma pessoa.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito deste post, e acho tão importante a mensagem que tentaste passar.
    A verdade é que nós temos sempre algo que queremos mudar/melhorar, mas não é necessário sermos relembrados dessas coisas por terceiros.
    Eu já tive alturas melhores e piores, mas sem dúvida que o melhor que aprendi foi a filtrar certo tipo de comentários e ignorá-los a 200%.

    Beijinhos linda,

    Amor'a Sara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma pessoa tenta :) obrigada pelo teu feedback O mais grave é 70% desses comentários maldosos partir de mulheres. Beijinho

      Eliminar
  5. Concordo totalmente com o que escreveste! Haverá sempre gente inconveniente e que em vez de estar calada , vomita tudo o que se lhe passa na cabeça.
    Beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Sempre ouvi dizer que "cada um é como cada qual" ou "olha por ti abaixo antes de falares de alguém" ... Muitas das vezes quando existe esse tipo de comportamentos as pessoas não têm a intenção de ferir o próximo ... Apesar de muitas das vezes sim ... Contudo a maior parte das vezes é uma questão de superioridade, de una valorização elevada , o chamado EGO!
    Pessoas que passam por situações dessas, ou até mesmo outro tipo de situações mais graves de diminuição do próximo (agressões físicas ou psicológicas), só tenho a dizer que a pequenez precisa de rebaixar os outros para se sentirem grandes ... CONDENÁVEL! Mas cada vez mais vamos percebendo que são os conceitos que mais se falam e mais se abordam na nossa sociedade! A sociedade não dá valor à ajuda, ao amor pelo próximo e muito menos aceitam as pessoas como são!

    ResponderEliminar